Bolsonaro e o Brasil têm ‘apoio total e completo’ dos EUA, diz Donald Trump - Se Liga na Informação



Bolsonaro e o Brasil têm ‘apoio total e completo’ dos EUA, diz Donald Trump

Compartilhar isso

Trump elogia Bolsonaro e diz dar apoio total a presidente do Brasil

Ele está trabalhando duro nos incêndios na Amazônia e, em todos os aspectos, está fazendo um grande trabalho para o povo do Brasil', declarou o presidente dos Estados Unidos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse apoiar plenamente o presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao mencionar as queimadas na Amazônia. A manifestação do americano vem em meio à pressão internacional sobre a política ambiental do governo brasileiro, especialmente vinda dos países europeus.


“Conheci bem o presidente Bolsonaro nas nossas negociações com o Brasil. Ele está trabalhando duro nos incêndios na Amazônia e, em todos os aspectos, está fazendo um grande trabalho para o povo do Brasil – não é fácil. Ele e seu País têm o apoio total e completo dos EUA!”, escreveu Trump em sua conta de Twitter na manhã desta terça-feira, 27.
Na sexta-feira, 23, Trump e Bolsonaro conversaram ao telefone. O americano ofereceu ajuda dos EUA para combater as queimadas na região da Amazônia. Com a ligação, o governo brasileiro esperava o apoio americano durante a reunião do G-7. O tema, segundo interlocutores do governo brasileiro, foi tratado na conversa entre os dois presidentes. A visão é de que os EUA apoiam uma postura de soberania do Brasil.
Os elogios de Trump dão força à narrativa do governo brasileiro que busca isolar o francês Emmanuel Macron, uma das vozes mais críticas à Bolsonaro sobre a política ambiental. Na segunda-feira, o Planalto chegou a informar que vai recusar os US$ 20 milhões, o equivalente a R$ 83 milhões, anunciados por Macron em nome dos países que formam o G-7.  
Na manhã desta terça-feira, Bolsonaro disse que pode reconsiderar a ajuda emergencial do G-7 caso Macron retire "insultos" contra ele e a ideia de que a internacionalização da Amazônia está "em aberto". Bolsonaro não mostrou, no entanto, qualquer intenção de pedir desculpas à primeira-dama francesa, Brigitte Macron. 

I have gotten to know President @jairbolsonaro well in our dealings with Brazil. He is working very hard on the Amazon fires and in all respects doing a great job for the people of Brazil - Not easy. He and his country have the full and complete support of the USA!

36,2 mil pessoas estão falando sobre isso
Trump esteve ausente do debate sobre mudanças climáticas no G-7, no qual os países decidiram estabelecer a doação à Amazônia. Um representante do governo americano, no entanto, esteve na reunião. A ausência do americano foi destaque na imprensa americana. O presidente dos Estados Unidos tem se mantido em lado oposto aos europeus no debate sobre proteção ambiental. Ele retirou os EUA do Acordo de Paris e, em junho, durante o G-20, mais uma vez se manteve isolado diante da renovação de compromisso dos demais países em tomar medidas para conter a mudança climática.

Nenhum comentário:

Postar um comentário