Maduro está com as malas prontas - Se Liga na Informação



Maduro está com as malas prontas

Compartilhar isso

Maduro não deveria desmanchar sua mala. O voo em direção à impunidade só foi adiado.



O tema Venezuela deixou a cena doméstica na última terça-feira (30) e foi para o centro do palco mundial quando Pompeo, Bolton e Abrams relataram que tinham acordado com o ministro da Defesa, com o Chefe de Justiça e com o Chefe da Casa Militar, a saída pacífica de Maduro para fora da Venezuela.
Maduro já estava no avião que o levaria à impunidade quando uma ordem de Putin forçou-o a retornar.
A confirmação desta dependência dos russos é o fato mais importante que aconteceu desde que a Assembléia Nacional declarou Maduro como usurpador da presidência (seu mandato terminou no dia 6 de janeiro) e nomeou o deputado Juan Guaidó  – que à época presidia o Legislativo – como Presidente interino do País. 

Esta é a mais importante e, aliás, a melhor coisa que aconteceu e poderia acontecer porque, como no início deste século Hugo Chávez discursou aos presidentes do Círculo de Montevidéu, “a sociedade venezuelana não tem defesa para enfrentar um assalto fascista, e só pode ser salva por uma ação externa “.

Esta ação externa foi mencionada quando Chávez, seduzido por Fidel, se comprometeu com os russos e todos os anti-ocidentais, de que uma ameaça à segurança hemisférica estava sendo feita.
Agora, quando os responsáveis ​​pela segurança hemisférica, via Círculo de Montevideo, reconhecem esta situação, não se pode mais permitir a presença dos inimigos do Ocidente que sequestraram a Venezuela.

E isso é mais verdadeiro se o inimigo for a Rússia.

O presidente Trump está sob um cerco implacável daqueles que o acusam de acordos ocultos com Putin. Os altos trumpistas, do secretário de Estado abaixo, em coro informam que Putin manda na Venezuela através de Maduro.
Se o Maduro continua lá, os anti-trumpistas ferozes vão exibir isso como prova de que o único caminho a tomar é a derrubada de Trump, mesmo antes das eleições de 2020, como “The New York Times” preconiza.
Divulgada a conexão Putin-Maduro, tirar Maduro será um sinal de que não há conspiração entre Trump e Putin e, neste momento, nada é tão útil para Trump quanto tirar Maduro.
Ou seja, Maduro não deveria desmanchar sua mala.

Nenhum comentário:

Postar um comentário