Se Liga News



24/10/2018

Escola Bíblica Dominical: As Oposições não podem Impedir o Progresso da Obra


Objetivos da lição 
1 - Mostrar que o inimigo tenta a todo custo parar a obra de Deus.
2 - Enfatizar que os opositores da obra de Deus se unem para a prática da maldade.
3 - Apresentar como deve ser o proceder do povo às leve no serviço ao Senhor.

Texto Áureo
Assim, edificamos o muro, e todo o muro se cerrou até sua metade; porque o coração do povo se inclinava a trabalhar" (Neemias 4.6)

Verdade Aplicada
Mesmo diante de oposições e ameaças, a Igreja prossegue sendo edificada para a glória de Deus até que Cristo venha.


Glossário
Abrupta: Rude, severa;
Bancarrota: Estado do que está começando seu período de degradação;
Fomentar: Provocar ou estimular algo, incitar, instigar, semear.

Textos de Referência.
Neemias 4.1-3 
1 - E sucedeu que, ouvindo Sambalate que edificávamos o muro, ardeu em ira e se indignou muito, e escarneceu dos judeus.
2 - E falou na presença de seus irmãos e do exército de Samaria, e disse: Que fazem estes fracos judeus ? Permitir-se-lhes-á isto ? Sacrificarão ? Acabá-lo-ão num só dia ? Vivificarão dos montões do pó as pedras que foram queimadas ?
3 - E estava com ele Tobias, o amonita, e disse: Ainda que edifiquem, vindo uma raposa, derrubará facilmente o seu muro de pedra.
 através deste site.Almeida Revista eAtualizada
 Bíblia Nova Tradução na Linguagem de Hoje, da Sociedade Bíblica do Brasil. através deste site.
 BÍBLIA ONLINE


ESBOÇO DA LIÇÃO
Introdução
1. O início da obra é marcada por ataques
2. Unidos para a prática da maldade
3. O proceder do povo durante as obras
Conclusão


INTRODUÇÃO
Assim como Neemias enfrentou oposição, nós estamos sujeitos a oposições no que se refere à obra de Deus. Devemos aprender com esse servo do Senhor a encarar as ameaças, sejam externas ou internas, e prosseguir avante.


1. O Início da Obra é Marcado por Ataques
Vimos anteriormente como Neemias foi cuidadoso em empreender minuciosa pesquisa da situação real de Jerusalém e sobre como foi imparcial em sua apresentação aos liderados.



1.1. Sempre Ocorrerão Oposições
Na lição passada, refletimos sobre os princípios aplicados por Neemias na reconstrução dos muros, a admirável cooperação e divisão de tarefas.
No processo de edificação da Igreja, cada membro do corpo de Cristo precisa ter consciência da realidade das oposições até que a Igreja seja arrebatada (Jo 5.19-21; 16.33).



1.2. A Razão da Ira de Sambalate
As perguntas de Sambalate queriam levar o povo judeu ao ridículo (Ne 4.2). Como as fez do exército de Samaria, ganhou com isto um imenso apoio popular (Ne 4.7-8). Suas indagações, de fato, estão escondendo sua verdadeira preocupação.



1.3. A Arquitetura da Sutileza
Destacamos duas frentes de ataque com o objetivo de se paralisar a obra recém-iniciada: a visão do caos e a boataria.



2. Unidos para a Prática da Maldade
O escritor aos hebreus nos anima a prosseguir, com paciência, até o fim da carreira que o Senhor nos reservou (Hb 12.1). Isso nos dá uma ideia de como a vida cristã será repleta de lutas e batalhas até nos encontrarmos com o Senhor.
Uma vez sabedores dessa realidade, resta-nos conhecer como o inimigo age para, assim, nos desvencilharmos de seus ataques.



2.1. Juntos para Destruir
A Bíblia nos mostra como fariseus a saduceus, divergentes em suas crenças, uniram-se para se contraporem a Jesus. A história de Neemias nos mostra que, a despeito do entusiasmo inicial do povo, houve por parte dos opositores um engajamento de forças para verem destruídos os planos de restauração.



2.2. A Arma do Desdém
O progresso da obra de Deus suscitou a ira dos inimigos, que não queriam ver a restauração seguir adiante (Ne 4.1).



2.3. Reagindo aos Ataques
É nítido ao longo de todo o livro que Neemias era um homem decidido, de visão e ação, corajoso, perseverante, mas plenamente consciente de sua dependência de Deus. Isto é constatado por suas constantes orações, desde quando ainda estava em Susã.



3. O Proceder do Povo Durante as Obras
Quando nos ocupamos fazendo a obra de Deus, nossos inimigos têm seus planos anulados pelo Senhor. Devemos confiar em Deus para realizar os aspectos impossíveis de nossas demandas, pois os possíveis cabem a nós faze-los.



3.1. Visão em Tempo Integral
Por vezes, o grande apelo ao trabalho tem cegado a muitos, levando-os a tropeçarem em seus próprios pés. Todos que compunham a equipe de restauração trabalhavam e vigiavam (Ne 4.16-18).



3.2. Ouvidos Sensíveis ao Menor Ruído de Ameaça
O fato de estarmos atarefados não nos isenta de ficarmos atentos ao chamado emergencial, quando Satanás investe de forma abrupta contra a Igreja (At 20.29-30).



3.3. Mantendo-se Próximos
A falta de união tem sido motivo de grandes prejuízos ao avanço da igreja na terra. A rivalidade é uma condição maléfica quando se trata da expansão do Reino de Deus.


CONCLUSÃO

Na vida cristã, às vezes, basta manifestarmos a intenção de executar algo em prol da obra de Deus, para vermos o início dos levantes contra nós. Mas não podemos desistir de realizar o que o Senhor nos incumbiu, mesmo quando os inimigos unem-se objetivando nossa destruição.



Questionário.
1. Qual era o objetivo das perguntas de Sambalate ?

R: Levar o povo judeu ao ridículo (Ne 4.2)






2. Qual foi a primeira tentativa do inimigo ?
R: Tentar desanimar os trabalhadores (Ne 4.10)






3. O que o progresso da obra de Deus suscitou ?
R: A ira dos inimigos que não queriam ver a restauração seguir adiante (Ne 1.1)






4. A quem pertence a vingança ?
R: Ao Senhor (Sl 94.1).




5. Quais atitudes devem formar um par indissolúvel na vida de todo cristão ?
R: Ação e vigilância (Mt 26.4; Mc 13.33).




  • Comentários no Blogger
  • Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Escola Bíblica Dominical: As Oposições não podem Impedir o Progresso da Obra Rating: 5 Reviewed By: Oedimar Oliveira