ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL: JÓ, FIDELIDADE EM MEIO À CRISE - Se Liga na Informação



ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL: JÓ, FIDELIDADE EM MEIO À CRISE

Compartilhar isso
Versículo do dia
"E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu, e o Senhor o tomou: bendito seja o nome do Senhor.", Jó 1.21

Para impactar



O primeiro livro poético trata da vida de um grande homem, que passou por momentos terrivelmente inacreditáveis, porém suportou e glorificou ao seu Senhor.



Textos de Referência.
Jó 1.8-20

Introdução



Nesta lição trataremos do início do livro de Jó. É muito importante entender que este livro, assim como todos os outros sessenta e cinco livros da Bíblia, apesar de ter o nome Jó, tem como centro de sua história um Redentor, ou seja, Cristo.  


#pontochave

“Satanás imaginou que tocando em tudo o que Jó possuía, ele blasfemaria contra Deus, porém aquilo que o inimigo não sabia era que Jó não adorava ao Senhor pelo que recebia dele, mas era abençoado por Deus, porque o adorava."

1. SEU NOME ERA JÓ
"Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; e era este homem íntegro, reto e temente a Deus e desviava-se do mal.", Jó 1.1


1.1 Entendendo as qualidades de Jó
A Bíblia não relata a época em que Jó viveu, e nem quem foi o escritor do seu livro, mas sabemos que toda a escritura é divinamente inspirada (2 Tm 3.16-17), porém, muito mais importante do que saber em época Jó viveu, é saber aquilo que o caracterizou como um homem tão importante, e um exemplo de fé e de confiança em Deus.
Jó era um homem sincero: "pessoa que age francamente, compromissado com a verdade, que não age com dissimulação".
Jó era um homem reto: "pessoa que denota honestidade, verdadeiro, íntegro".
Jó era um homem temente a Deus: " pessoa que tem obediência, respeito à soberania de Deus".
Jó era um homem que se desviava do mal: "pessoa que se esquiva do pecado, que evita a maldade".
Este era Jó, um homem de qualidades!


1.2. Um homem abastado
Segundo a Bíblia, Jó era um homem muito próspero:
"E o seu gado era de sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de bois e quinhentas jumentas; eram também muitíssimos os servos a seu serviço, de maneira que este homem era maior do que todos os do oriente.", Jó 1.3Jó também tinha dez filhos, Jó 1.2, prova de uma vida abençoada em todos os sentidos. O livro de Jó, no entanto, revela que a maior riqueza não está no que se tem e sim em quem se confia. 

#pararefletireadorar  "É muito improvável que Deus use uma pessoa que nunca sofreu profundamente uma dor". A. W. Tozer

2. VIVENDO A PROVA  

Quando tudo parecia bem, Jó é surpreendido por situações que deixariam qualquer pessoa desorientada, porém, ele se manteve fiel até o fim.

2.1. Tempo de adversidade
Quando os filhos de Deus foram se apresentar perante o Senhor, entre eles se apresentou Satanás.
"E disse o Senhor a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal.", Jó 1.8Diante do testemunho de Jó, o inimigo se levanta para desafiar sua fidelidade a Deus.
Satanás recebe permissão para tocar em tudo o que Jó possuía, e assim o faz; porém existem coisas no homem que ninguém alcança e nem toca, e uma dessas coisas se chama fé.

"Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos..."
2.2. Uma grande dor
Imagine nos dias de hoje algumas situações, como: perder todo o patrimônio que você tanto lutou para conquistar, perder um filho amado e saber que os funcionários de sua empresa foram assassinados. Imagine todas estas tragédias acontecendo no mesmo dia, pois foi exatamente o que houve com Jó, perdeu seu patrimônio, perdeu não um, mas dez filhos e seus servos foram mortos, restando apenas alguns para trazerem as mensagens de tragédias.
Muitas pessoas se desesperariam diante de uma dor como essa, mas Jó não fez assim:
"Então Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou.", Jó 1.20

3. ESPERANÇA EM MEIO A CRISE
"Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos.
Se envelhecer na terra a sua raiz, e o seu tronco morrer no pó,
Ao cheiro das águas brotará, e dará ramos como uma planta.", Jó 14.7-9



3.1. Vivendo a esperança
Satanás imaginou que tocando em tudo o que Jó possuía, ele blasfemaria contra Deus, porém aquilo que o inimigo não sabia era que Jó não adorava ao Senhor pelo que recebia dEle, mas era abençoado por Deus, porque o adorava com sinceridade.

3.2. Fé inabalável
Quantas vezes nos momentos de crise, a primeira coisa que fazemos é murmurar contra Deus, perguntar os "porquês", coloca a culpa das nossas dificuldades em alguém e, às vezes, transferimos essa culpa para Deus, porém Jó, em meio à crise, lembrou-se de Deus como Senhor e o adorou (Jó 1.20).
"Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.", Jó 1.22
Conclusão.



A história de Jó deve ser vista não como uma provação, como se Deus quisesse averiguar se Jó o adoraria em meio às dificuldades. Deus que é soberano, já sabia quem era Jó, mas Satanás não sabia o quanto um homem é capaz de suportar por amor a Deus. Ainda podemos dizer mais, nem Jó sabia o tamanho de sua resiliência diante das adversidades.


#aprendeu
1. Fale sobre duas qualidades de Jó?

2. Muitas pessoas se desesperariam diante de perdas tão significativas como a de Jó, porém o que ele fez?

3. Diante deste sofrimento, em que momento Jó pecou?

Fonte: Revista Betel Conectar

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE EM NOSSOS ANÚNCIOS! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário