Se Liga News



04/12/2018

Vai-te, e Não Peques Mais



Existem três maneiras de ler as Palavras de Jesus Cristo quando Ele perdoou a mulher adúltera em João 8.11: “Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.
Alguns fazem a leitura das palavras de Cristo com um tom ameaçador: “Nem eu te condeno – mas presta atenção eim?! Se pecar de novo, já viu eim?! Vê se vive direitinho eim?!”

Outra leitura destacaria somente o dever de não pecar. Como se Cristo a libertou da condenação mas não do peso do dever, e agora ela volta para casa para bater meta.
Mas há uma beleza extraordinária nas palavras de Cristo se entendermos que – até esse momento na história – ela nunca esteve livre do pecado. Ela nunca conheceu uma vida de “não peques mais”. Ela não achava isso possível.
Ela, que escondia sua vergonha em mentiras vazias para depois esconder suas mentiras em seus pecados, nunca tinha ouvido um homem dizer “Vai-te, e não peques mais.” Até então, só ouvia “Vem cá, e peque.”
Neste sentido, há um tom capacitador nas Palavras de Jesus. Ele está afirmando que ela agora pode fazer aquilo que nunca sonhou possível: desfrutar da liberdade. Viver livre do poder do pecado.
Que belas essas palavras! “Nem eu te condeno. Está livre da sua vã maneira de viver. Desfrute sua liberdade em Mim. Vai-te e não peques mais!
  • Comentários no Blogger
  • Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Vai-te, e Não Peques Mais Rating: 5 Reviewed By: Oedimar Oliveira