Davi Alcolumbre (DEM-AP) vence eleição para presidente do Senado, após renúncia de Renan - Se Liga na Informação



Davi Alcolumbre (DEM-AP) vence eleição para presidente do Senado, após renúncia de Renan

Compartilhar isso


O senador Davi Alcolumbre foi eleito presidente do Senado na tarde deste sábado, 02, após a renúncia do senador Renan Calheiros (MDB-AL) à sua candidatura. A eleição foi marcada por tumultos e judicialização da decisão do dia anterior, que previa a possibilidade de voto aberto. Aliados de Renan entraram com recurso no STF pedindo voto secreto, numa ação prontamente atendida pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli.

Mas a confusão na escolha do novo comandante do Senado se repetiu neste sábado. Após seis horas de sessão e concluída a votação, a Mesa Diretora identificou que havia um voto a mais na urna. Os fiscais contaram 82 votos num plenário com 81 senadores votantes. Após muita confusão, a Mesa Diretora optou pela realização de uma nova votação. Irritado com o fato de vários senadores terem aberto seus votos, Renan subiu à tribuna para atacar o PSDB e o senador Flávio Bolsonaro, para, logo em seguida, renunciar à sua candidatura. Aparentemente, Renan contabilizava os votos de um grupo de senadores para compor sua vitória.

Segundo a Jovem Pan, Renan contava com o voto de Flávio Bolsonaro, além dos quatro votos do PSDB. Diante do quadro, o alagoano, visivelmente irritado, acusou a traição de um grupo de supostos aliados, foi vaiado pelos colegas e logo em seguida, aplaudido, quando anunciou a retirada de sua candidatura.

Com a vitória de Davi Alcolumbre (DEM-AP), candidato de Onyx Lorenzoni (Dem/RS) na Presidência do Senado e a vitória no dia anterior de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a Presidência da Câmara, o DEM passa ater um poder de influência enorme sobre o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ).

Davi Alcolumbre, 41 anos de idade, venceu com 42 votos, apenas um voto a mais que o necessário para vencer a eleição em primeiro turno. Apesar da renúncia, Renan ainda obteve cinco votos. Fernando Collor obteve 3 votos e o senador Esperidião Amim, 13 votos. Veja os demais resultados na imagem abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário