“Israel será o epicentro do mundo no fim dos tempos”, diz Anne Graham Lotz - Se Liga na Informação



“Israel será o epicentro do mundo no fim dos tempos”, diz Anne Graham Lotz

Compartilhar isso

A evangelista Anne Graham Lotz acredita que sua vida está entrelaçada com a nação de Israel.



Judeus ultra-ortodoxos olhando para o Domo da Rocha na Cidade Velha de Jerusalém. (Foto: Reuters)
Judeus ultra-ortodoxos olhando para o Domo da Rocha na Cidade Velha de Jerusalém. (Foto: Reuters)

Filha do renomado evangelista Billy Graham, Anne Graham Lotz se tornou uma grande defensora de Israel. Recentemente diagnosticada com câncer, ela encara sua doença como um meio para fortalecer essa relação com o Estado judeu.
Nascida uma semana depois da criação do Estado de Israel, em 21 de maio de 1948, Anne acredita que sua vida está entrelaçada com a nação. Em entrevista ao site Breaking Israel News, ela conta que essa ligação foi algo que percebeu mais tarde, e não diretamente com o seu pai.
“Eu acredito, de acordo com os profetas, que Israel será o epicentro do mundo na última geração. O profeta Ezequiel descreve um vale de ossos secos, que parece descrever aqueles que sobreviveram ao Holocausto. Ezequiel indicou que os ‘ossos’ retornariam à sua antiga terra e se levantariam para ser um vasto exército de pessoas. Na minha vida, tenho visto o cumprimento dessa profecia”, disse a evangelista.
Citando ainda o livro de Ezequiel, Anne observa que foi profetizada “uma terrível invasão a Israel pelo norte que ainda não foi cumprida”. “Algumas pessoas hoje acreditam que essa profecia será cumprida em uma guerra com a Rússia, a Turquia, o Irã e outras nações, quando Deus irá intervir sobrenaturalmente para salvar Israel com o propósito de fazer a nação voltar para a fé Nele”.
Anne acredita que assim como ela e o Estado de Israel completam juntos 70 anos, Deus está usando sua doença para trazer uma mensagem profética. “Assim como eu fui surpreendentemente atacada pelo câncer, Israel corre grande risco de um ataque surpresa de seus inimigos”.
A história de Israel no Antigo Testamento é marcada por momentos em que a nação se afasta de Deus, é cercada por inimigos e se arrepende, Anne observa. “Eu acredito que Deus pode permitir que Israel seja atacado por seus inimigos, de modo que o país clamará a Deus e Ele enviará um libertador. Eu acredito que desta vez o libertador será o Messias — como uma cristã evangélica que crê na Bíblia, creio que Jesus de Nazaré é o Messias”.
Ela ainda afirma que há um número cada vez maior de evangélicos que estão acompanhando os acontecimentos mundiais à luz da profecia bíblica. “Milhares de nós acreditam que o tempo é muito curto, que a história humana está se esgotando, que o Messias está prestes a chegar”, destaca.
“Creio que o Espírito de Deus está mexendo no coração do Seu povo, abrindo nossos olhos e corações, nos dando uma consciência crescente dos tempos em que vivemos. Pessoalmente, senti fortemente que é hora dos evangélicos orarem pela paz de Jerusalém como nunca antes”, acrescentou.
COM INFORMAÇÕES DO BREAKING ISRAEL 

Nenhum comentário:

Postar um comentário