Jair Bolsonaro foi escolhido Pessoa do Ano de 2019 - Se Liga na Informação



Jair Bolsonaro foi escolhido Pessoa do Ano de 2019

Compartilhar isso

Reconhecimento feito pela Câmara de Comércio Brasil-EUA visa estreitar laços comerciais bilaterais.



Presidente Jair Bolsonaro e secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo. (Foto: Marcos Correa/Reuters)
Presidente Jair Bolsonaro e secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo. (Foto: Marcos Correa/Reuters)

O presidente Jair Bolsonaro foi escolhido como a Pessoa do Ano pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, em reconhecimento à intenção manifestada de estreitar os laços comerciais bilaterais, informou a entidade com sede em Nova Iorque nesta segunda-feira (11).
O presidente deve viajar para a cidade, onde a homenagem acontecerá com um jantar de gala no Museu Americano de História Natural em 14 de maio próximo. Segundo a Câmara, mais de mil líderes, entre empresários, nomes do mercado financeiro e da diplomacia, costumam participar do evento para homenagear os eleitos.
Concedida há 49 anos, a premiação busca homenagear dois líderes, um brasileiro e um americano, reconhecidos pela atuação em aproximar e melhorar as relações entre EUA e Brasil. O comitê organizador do prêmio diz ainda não ter o nome da personalidade americana agraciada neste ano.
O premiado brasileiro em 2018 foi o então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Social do governo Bolsonaro.
Em comunicado, a Câmara diz que a escolha de Bolsonaro é um “reconhecimento de sua intenção fortemente declarada de fomentar laços comerciais e diplomáticos mais próximos entre Brasil e Estados Unidos e seu firme comprometimento em construir uma parceria forte e duradoura entre as duas nações.”
Em meio ao anúncio, o presidente divulgou levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV), apontando que o Brasil é o país que apresentou maior melhora do clima econômico na América Latina. “Saímos de -33,9 em Outubro de 2018 para +3,6 em Janeiro de 2019, um aumento de 240%. Queremos e podemos ainda mais!”, escreveu Bolsonaro no Twitter.

COM INFORMAÇÕES DA FOLHA DE S. PAULO

Nenhum comentário:

Postar um comentário