Conflitos entre Israel e Irã apontam o surgimento do anticristo, segundo pastor - Se Liga na Informação



Conflitos entre Israel e Irã apontam o surgimento do anticristo, segundo pastor

Compartilhar isso

Qualquer cristão biblicamente bem instruído sabe que para entender o cumprimento das profecias bíblicas é preciso olhar para Israel, em seu passado e também o presente, como uma peça chave para a compreensão dos desdobramentos que antecederam o nascimento de Cristo, passaram por sua ressurreição e agora apontam para a segunda vinda do Salvador.
Segundo o pastor Gary Curtis, por exemplo, inúmeros estudiosos da atualidade entendem que as constantes ameaças de destruição do Irã (antigo Império Persa) contra Israel apontam um cenário em que será possível o surgimento do anticristo, remontando aos acontecimentos narrados pelo Livro de Ester.


“A incessante obsessão do Irã com os judeus e o Estado de Israel está enraizada no contexto histórico que ocorreu há mais de 2.500 anos, quando o Império Persa dominava a maior parte do mundo conhecido”, disse ele, referindo-se ao livro bíblico.
Gary explica que assim como no passado, vários países vão se unir contra Israel, sendo “as mesmas nações que perseguiram os judeus ao longo da história”, para a formação de um novo império, talvez liderado por uma nação islâmica, como o Irã.
“Muitos estudiosos bíblicos contemporâneos acreditam que o Irã moderno (o antigo reino persa da época da Rainha Ester) será uma das nações de dez chifres mencionadas em Apocalipse 13:1″, diz o pastor em seu artigo para o Charisma News.


“Elas se unirão para formar um ‘império final da besta’ sob a liderança do Anticristo (Daniel 11:36-45). Mas elas serão derrotadas pelos exércitos angelicais de Jesus Cristo, que é o Senhor sobre todos os senhores e Rei sobre todos os reis (Apocalipse 17:14)”, afirma Gary.
Assim, o pastor diz que é importante os cristãos observarem os acontecimentos geopolíticos sob à perspectiva bíblica, para que estejam preparados e vigilantes em prol de Israel e da vida espiritual com Deus, visto que tal episódio marcará a segunda vinda de Cristo.


“Primeiro, continue orando pela paz de Jerusalém. Segundo, continue proclamando as boas novas do amor de Deus e a vitória de Jesus sobre a morte, o inferno e a sepultura. Finalmente, prepare seu coração para o retorno do nosso Salvador e Messias judeu, Jesus Cristo de Nazaré”, conclui Gary.
Fonte: Gospel Mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário