ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL: INICIANDO A TERCEIRA VIAGEM - Se Liga na Informação



ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL: INICIANDO A TERCEIRA VIAGEM

Compartilhar isso
Versículo do dia
"E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso; e achando ali alguns discípulos.", At 19.1

Para impactar
Assim como nas duas primeiras viagens missionárias, a terceira também foi marcada por perseguições, debates e muito poder de Deus.
Textos de Referência.
At 19.1-10
Introdução
Nesta lição iniciaremos a terceira viagem missionária de Paulo, e já de início o tema abordado por ele foi o batismo com o Espírito Santo, um assunto que sempre vai estar em harmonia com a pregação do Evangelho.

#pontochave
“O Evangelismo eficaz é aquele que é estudado, preparado, pensado e colocado em prática com orientação do Espírito Santo.”

1. O BATISMO DE JOÃO
"Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados então? E eles disseram: No batismo de João."At 19.3
1.1 Paulo apresenta o Evangelho completo
Logo que chega em Éfeso, Paulo vai ter com alguns discípulos e lhes pergunta se já haviam recebido o batismo com o Espírito Santo, e eles respondem que nem haviam ouvido falar sobre o assunto.
Eles disseram a Paulo que foram batizados no batismo de João, ou seja, foram batizados nas águas, simbolizando o arrependimento, a morte do velho e o nascimento do novo homem.
Paulo viu a necessidade de apresentar o batismo profetizado por Joel e que se cumpriu no dia de Pentecostes.
1.2. O que veio após João
Paulo lembrou aos discípulos que ali estavam que João havia batizado com batismo de arrependimento, pois ele preparou o caminho para a chegada de Jesus.
"E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo." Mt 3.11
E os que ouviram Paulo pregar foram batizados em nome do Senhor Jesus, e lhes impondo as mãos veio sobre os doze que ali estavam o Espírito Santo, e falavam em línguas e profetizavam (At 19.5-6).
#pararefletireadorar  "Um Cristo que não esteja em nós é um Cristo que não é nosso". Willian Law

2. ESPALHANDO A PALAVRA
"Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.", At 1.8

2.1. Evangelizando sempre
Ainda em Éfeso Paulo pregava incansavelmente sobre o Reino de Deus na sinagoga, e assim o fez por três meses, mas como sempre apareciam os perseguidores, Paulo se retirou de lá e foi ensinar em escola, separando os discípulos.
Esta estratégia que Paulo usou foi tão eficaz, que no espaço de dois anos toda a Ásia tinha ouvido falar de Jesus, tanto judeus como gregos.
O Evangelismo eficaz é aquele que é estudado, preparado, pensado e colocado em prática com orientação do Espírito Santo.
Como escreveu John Stott: "Deus promete guiar-nos não para livrar-nos da responsabilidade de pensar".
2.2. Deus honra seus filhos
Depois de tantas perseguições, seria normal pensarmos que Paulo estava cansado e desmotivado, mas não foi o que aconteceu, ele queria cada vez mais pregar e exaltar o nome de Cristo. Essa vontade insaciável pelo evangelismo, trouxe uma comunhão imensa entre Paulo e Deus.
Ele se tornou um canal tão confiável para Deus que o Senhor, pelas mãos de Paulo, operava maravilhas.
Os lenços e aventais que estavam com Paulo, quando eram levados aos enfermos, eles eram curados e até os espíritos malignos saíam das pessoas.
"Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.", Jo 14.12

"...mas não foi o que aconteceu, ele queria cada vez mais pregar e exaltar o nome de Cristo."
3. LUGAR DA INTIMIDADE
"E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas;Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.", Mc 16.17-18
3.1. Sem autoridade
Alguns exorcistas judeus tentavam expulsar demônios em nome do Jesus que Paulo pregava, porém não tinham êxito, pois o espírito maligno dizia que conhecia Jesus e Paulo, mas eles não, e saim envergonhados.
A autoridade de Deus na vida do cristão está totalmente ligada a fé e a conduta que ele tem perante o Senhor, pois fé + conduta = santidade.

3.2. O nome de Jesus é engrandecido
Diante dessas situações vividas por Paulo, o povo de Éfeso começou a ter temor, e isto engrandecia cada vez mais o nome de Jesus, até magos queimavam seus livros na presença de todos, além daqueles que testemunhavam, confessavam diante de todos os seus feitos.
Desta forma a Palavra de Deus prevalecia naquela região.

Conclusão.
A terceira viagem de Paulo, é no mínimo algo incrível, pois Deus o honra de maneira sobrenatural. Paulo descobriu que não tinha mais vida em si mesmo, e que Cristo era sua vida. Nada mais o preocupava, nem a morte. Encerramos esta lição com o dizer de Paulo:
"Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.", Fp 1.21
#aprendeu

1. Paulo vai ter com alguns discípulos, e lhes pergunta se já haviam recebido o batismo com o Espírito Santo, o que responderam?

2. Como o Evangelismo se torna eficaz?

3. Atrelada a que, a autoridade de Deus na vida do cristão está totalmente ligada??

Fonte: Revista Betel Conectar

Nenhum comentário:

Postar um comentário