Se Liga News



03/12/2018

“Sempre servirei a Cristo, não importa o que custar”, diz pastor espancado por extremistas


Ser pastor significa assumir uma responsabilidade imensa em qualquer lugar do mundo. Mas, em alguns países, isso também significa correr o risco de perder sua vida a qualquer momento, como testemunha Biswas, um pastor que foi espancado por dez homens devido ao seu ministério cristão, na Índia.

Biswas contou seu testemunho a organização Portas Abertas. Ele disse que certo dia recebeu uma ligação de pessoas alegando que precisavam lhe encontrar no templo da sua igreja. Sem imaginar o que poderia acontecer, foi a esse encontro.
“Quando cheguei, vi dez homens esperando por mim. Eu sabia que todos eles eram extremistas hindus da minha cidade”, conta o pastor.
“Eles apontaram um revólver na minha cabeça e, sem qualquer aviso, começaram a me chutar e me socar. Eles continuaram gritando, me culpando por enganar as pessoas e induzi-las a mudar sua religião para o cristianismo”, disse ele.
Os agressores foram os mesmos que mataram o seu líder espiritual no passado, responsável por sua conversão. Os homens disseram que agora a vez de morrer era de Biswas. “Eles admitiam isso com ousadia. Eu estava tremendo de medo”, lembra o pastor.
Biswas sabia que estava prestes a morrer e então questionou o Senhor em seu coração. “Então eu perguntei a Deus: ‘Chegou a minha vez? Por que estou pregando o seu Evangelho, eles também me matarão?’”, questionou.
“Na minha angústia mental e física, percebi que também podia orar por libertação. Então orei em meu coração: ‘Deus que salvou Daniel na cova dos leões, me salve’”, conta o pastor, lembrando que a providência foi imediata.

“Foi um milagre. Logo depois que eu fiz essa oração em meu coração, um dos agressores disse aos outros para pararem e disseram: ‘Vamos fazê-lo pagar uma multa alta’. O Deus que salvou Daniel da cova dos leões me livrou da morte naquele dia”, destaca.
O pastor Biswas foi obrigado a pagar uma multa praticamente em troca da sua vida, com um valor equivalente a oito meses do seu salário. Ele precisou tirar empréstimos e isso resultou em uma crise financeira para sua família.
A Portas Abertas atualmente auxilia o pastor Biswas, e apesar dos problemas, ele não desistiu do ministério. Sua fé em Jesus Cristo é mais importante do que toda a perseguição e riscos contra sua vida.

“Os cultos da igreja estão acontecendo, mas eu sou mais cuidadoso ao fazer visitas domiciliares. Eu sempre servirei a Cristo, não importa o que custar. Mesmo que todo mundo se oponha a mim, eu permanecerei com Ele”, diz Biswas. Com informações: Guiame.
  • Comentários no Blogger
  • Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: “Sempre servirei a Cristo, não importa o que custar”, diz pastor espancado por extremistas Rating: 5 Reviewed By: Oedimar Oliveira