Morte de Boechat foi provocada por politraumatismo, aponta laudo - Se Liga na Informação



Morte de Boechat foi provocada por politraumatismo, aponta laudo

Compartilhar isso

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo aponta que o jornalista Ricardo Boechat morreu em decorrência de um politraumatismo, provocado pela queda do helicóptero somada à colisão com um caminhão. O acidente, que matou o âncora do Jornal da Band e o piloto Ronaldo Quattrucci, ocorreu na tarde de segunda-feira (11).



De acordo com os documento, obtido pela GloboNews nesta sexta (15), os peritos não encontraram sinais de fuligem na traqueia nem nos pulmões de Boechat. Já a dosagem de monóxido de carbono detectou uma concentração abaixo de 10% de carboxihemoglobina no sangue, o que indica que a vítima já havia morrido antes de ser exposta ao gás.

Na momento do acidente, Boechat voltava para a capital paulista após participar de uma palestra (veja aqui). Morto aos 66 anos, o jornalista venceu o Prêmio Esso, um dos maiores do jornalismo brasileiro, por três vezes. Ele deixou a esposa e seis filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário