ALERTA CRISTÃO: CONSUMO DE MODA NÃO É CRISTÃO - Se Liga na Informação



ALERTA CRISTÃO: CONSUMO DE MODA NÃO É CRISTÃO

Compartilhar isso

Você já parou pra pensar o que te move a comprar roupas e sapatos?

 E o que isso tem a ver com a Palavra de Deus? Tudo e vou te provar.



Jesus disse no sermão do monte para que não nos preocupássemos com o que vestir:



  Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? Mateus 6:25



Nossa preocupação não deve ser com o que vestir, pois Deus proverá isso. E não para nos ostentarmos e sim para que saibamos que Ele é nosso Deus provedor. A moda é “ditada” por grandes indústrias que estão de olho em seu dinheiro e em como você o gasta. Para que você gaste, é investido milhões em marketing, a fim de incutir em sua cabeça que você precisa comprar. Veja um exemplo: quando aparece determinada “roupa da moda”, normalmente é em algum artista ou blogueira famoso. Esse famoso está recebendo dinheiro para usar essas roupas ou ganhou de alguma loja. Automaticamente, os fãs desse famoso compram porque querem algo que os identifiquem com seu ídolo. Outras pessoas começam a ver os fãs usarem e começam a querer comprar ou por acharem a roupa bonita ou por verem todos usando e querem se “enquadrar” nessa moda.



Lembra de alguma vez que você viu alguma roupa da moda e achou ridícula? E depois de vários meses, você começa a achar que afinal não é tão ridícula assim...e quando se dá conta, acabou comprando? Isso já aconteceu comigo, não vou negar.



E hoje com as mídias sociais, isso tem crescido assustadoramente. A moda tem mudado a cada estação e as pessoas se veem na “obrigação” de seguir essa moda. E isso se torna um círculo vicioso. Muitos passam a vida toda pagando boletos de cartões de créditos, a roupa e a moda passam e os boletos continuam chegando todo mês!



Quem ganha com isso tudo? As grandes indústrias de confecção.



E ainda há um outro agravante: Essas grandes indústrias tem usado em sua grande maioria, trabalho escravo. Países como China, Tawan, Indonésia, Bolívia tem sido usados para empregar pessoas que sofrem maus tratos e condições sub humanas de trabalho em confecções para grandes indústrias!



Segundo a pesquisa The Global Slavery Index 2018, da fundação Walk Free, divulgada recentemente, a moda é a segunda categoria de exportação que mais explora o trabalho forçado. Na escravidão moderna, as vítimas trabalham em condições precárias e recebem valores indevidos. De acordo com o estudo, cerca de 40,3 milhões de pessoas estão nessa situação, das quais 71% são mulheres. No mundo, 24,9 milhões de indivíduos exercem profissões forçadamente. A moda fica atrás apenas do setor de tecnologia, no ranking de exploração. Em seguida, aparecem os ramos de cana-de-açúcar, peixe e cacau.



Será que você precisa mesmo comprar suas roupas de acordo com a moda da estação?
Será que você precisa mesmo ter dez pares de sapato, quando apenas dois ou três cumprem sua necessidade?



Pare pra pensar um pouco. Sempre que você quiser comprar algo pergunte:



Preciso mesmo disso?
Isso combina com minha personalidade ou estou comprando porque “está na moda”?



Porque nada trouxemos para este mundo e manifesto é que nada podemos levar dele. Tendo, porém, sustento e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes. 1 Timóteo 6:7-8



Não é errado comprar, o errado é a maneira como compramos. Comprar uma roupa porque você está precisando é uma coisa, outra totalmente diferente é comprar várias porque "está na moda", descartando as que já tem, contraindo dívidas desnecessárias, gerando resíduos no meio ambiente.



Seja consciente, veja onde compra, se a loja tem denúncia de trabalho escravo. Não compre por impulso, não compre pra estar na moda, não compre várias peças de uma vez, que nem irá usar.



Peço ao Senhor que abra seus olhos, para que você possa ver toda essa manipulação e comece a mudar sua visão. Não vou dizer que é fácil, porque foram anos de manipulação em nossa mente e toda mudança requer disciplina. Porém, é necessário mudarmos nosso pensamento. Durante anos eu pensei exatamente como a indústria queria que eu pensasse. Gastava meu salário todo com roupas que muitas vezes, nem usava direito. Eu sentia prazer em comprar, assim como eu sei que várias pessoas, principalmente as mulheres, sentem. Só que isso é uma ilusão, é uma manipulação de nossa mente e precisamos nos libertar disso!



Nós como cristãos temos que fazer diferença nesse mundo, pois isso nos será cobrado naquele grande dia!



Melhor é o pouco com o temor do Senhor  do que um grande tesouro onde há inquietação. Provérbios 15:16



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário