"É tempo de o avivamento fluir dos brasileiros para as nações”, diz pastor no Canadá - Se Liga na Informação



"É tempo de o avivamento fluir dos brasileiros para as nações”, diz pastor no Canadá

Compartilhar isso

AD Missão realiza segundo congresso IDE, coordenado pelo ministério de jovens Geração de Davi

Jovens participam do IDE 2019 na AD Missão, em Toronto. (Foto: Reprodução/MGD)
Liderada pelo pastor Denis Brito, a Assembleia de Deus Missão ou AD Mission, está em Toronto há 13 anos, onde recebe principalmente brasileiros que chegam ou passam por uma das principais cidades canadenses.

Toronto é o coração financeiro do Canadá, e onde também estão grande parte das instituições de ensino que atraem milhares de jovens todos os anos ao país.
Um desses jovens é Felipe Guedes, que chegou ao Canadá, pela primeira vez em 2009. Passou um período e retornou ao Brasil, onde se casou e, junto com a esposa Larrisa, voltou a Toronto. Desta vez, com um projeto no coração: trabalhar com jovens na AD Missão.
Assim, em 2011 ele fundou o grupo Geração de Davi, com o objetivo de formar discípulos e discipuladores. “Deixei tudo no Brasil, apartamento, faculdade, para fazer a obra de Deus no Canadá”, conta Felipe, que recebeu todo apoio do Pr. Denis, além de liberdade para trabalhar com os jovens.
“Estamos há seis anos dedicados ao trabalho ministerial, discipulando, pastoreando os jovens. Nosso papel é formar e treinar discípulos, jovens capazes de treinar outros jovens a ganharem almas para Jesus”, resume o líder.
O jovem pastor diz que “o avivamento por muito tempo fluiu da Europa para o Brasil e para os Estados Unidos. Eu creio que chegou o tempo de o avivamento fluir dos brasileiros para as nações. E aqui nós somos representantes disso, que está acontecendo no Brasil”.



Pr. Felipe Guedes, líder do ministério de jovens Geração de Davi, em Toronto. (Foto: Reprodução/GD)
Com essa visão, o Pr. Felipe Guedes conta que nasceu em seu coração o projeto IDE, iniciado em 2018. Neste ano, a segunda edição do evento aconteceu no último final de semana de abril (de 26 a 28), com casa cheia. Centenas de jovens puderam participar dos três dias de ministrações.
“Tivemos cinco ministrações, onde falamos sobre o primeiro amor, sobre a importância da santidade, sobre não viver uma vida de libertinagem, falamos sobre sexo”, disse.
Além de Felipe Guedes, ministraram no evento os pastores brasileiros Jeter e Diego Souza e o cantor Gabriel Guedes, que viajaram especialmente para o IDE 2019.
Felipe explica que o Geração de Davi é “muito focado na palavra”.
O líder diz que a intenção do Geração de Davi é formar jovens apaixonados pela palavra de Deus. “[Queremos] que os jovens realmente cresçam no Evangelho e não apenas inchem, numericamente, mas que a gente também possa ser jovens capazes de pastorear, de batizar, de ensinar e de fazer a diferença nessa nação”, avalia.
Influenciadores
“Eu creio muito na comunidade brasileira aqui em Toronto. Além do carisma, temos a capacidade de influenciar a comunidade canadense”, explica Felipe.
A história do Geração de Davi, que começou com apenas três jovens, é vitoriosa. “Durante estes anos Deus tem feito grandes coisas, o trabalho cresceu muito. Centenas de jovens, senão milhares, já passaram por nós durante esse período”, conta Felipe, que explica que há grande rotatividade de público na igreja, devido os brasileiros passarem temporadas no Canadá para estudo, por exemplo.
Mas, a explicação desta relevância, segundo Felipe Guedes, é que o grupo Geração de Davi é um projeto que tem ganhado bastante popularidade no meio da comunidade brasileira pelos trabalhos que realizam junto aos jovens, como eventos e o congresso IDE e pelo investimento que tem realizado para que isso aconteça.



Gabriel Guedes ministra no IDE 2019, em Toronto. (Foto: Reprodução/GD)
“Quando eu invisto em algo não é só para os meus jovens, mas é uma visão do reino de Deus, para que todas as igrejas possam ser beneficiadas com esses eventos”, conta Felipe, que convidou diversos outros ministérios que participaram do IDE.
“Esses jovens que estiveram conosco, automaticamente, foram munidos, preparados, treinados para receberem o melhor de Deus”, declarou.
Na entrevista exclusiva ao Guiame, Felipe Guedes disse que “foi um fim de semana de muitos testemunhos de Deus, de muitos milagres. A gente está recebendo mensagens até agora das pessoas que participaram”.
O líder do Geração de Davi faz questão de explicar que o grande objetivo do IDE é conscientizar os jovens, “não só os do nosso ministério, mas os demais, sobre a importância de evangelizar”.
“Quando falamos de evangelização não estamos falando apenas de sair às ruas e falar de Jesus. É necessário que haja, primeiramente, um preparo para que isso aconteça. É preciso fazer o IDE dentro do seu ministério, dentro da sua igreja, onde você participa ao lado do seu pastor”, explica.




Pr. Jeter prega aos jovens no IDE 2019, em Toronto. (Foto: Reprodução/GD)
Felipe disse que o IDE é resposta de oração. “Nós estávamos orando por um projeto em 2018, e o Senhor trouxe ao meu coração a ideia do IDE. O projeto deu muito certo no ano passado e em 2019 a resposta foi ainda maior. Eu creio que haverá sempre uma expectativa sobre o IDE, mas a principal é conscientizar os jovens da importância de se pregar o Evangelho”, diz.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário