Coalizão pelo Evangelho pede que cristãos orem pela política - Se Liga na Informação



Coalizão pelo Evangelho pede que cristãos orem pela política

Compartilhar isso
Órgão lembrou de outras situações que a igreja se uniu pelos seus países




O grupo Coalizão pelo Evangelho convocou os cristãos a orarem pelo país neste momento que a “corrupção, a degradação moral, a violência, as ameaças totalitárias têm levado o Brasil a uma situação tensa na esfera pública”.

– Somos chamados, como cristãos, a depositar nossas ansiedades em Deus, o Senhor, na certeza de que ele sempre tem cuidado de seu povo, e somos convocados a interceder a Ele por nosso país e nossos governantes – disse o órgão em nota.

O Coalizão pelo Evangelho lembrou outros casos de quando os cristãos se reuniram para orar ao citar a queda do Muro de Berlim. Veja a nota a seguir.
A corrupção, a degradação moral, a violência, as ameaças totalitárias têm levado o Brasil a uma situação tensa na esfera pública. Muitos têm colocado sua esperança nos homens, em vez de interceder ao Senhor Soberano da história, o Deus uno e trino.
Somos chamados, como cristãos, a depositar nossas ansiedades em Deus, o Senhor, na certeza de que ele sempre tem cuidado de seu povo, e somos convocados a interceder a Ele por nosso país e nossos governantes.

No passado, em momentos críticos ocorridos na igreja ou na sociedade, o povo de Deus se unia em jejum e oração, para implorar perdão e santa visitação da parte do Deus uno e trino, o criador soberano. Foi o que aconteceu, por exemplo, com os cristãos na Alemanha Oriental, às vésperas da queda do Muro de Berlim, em 1989.
Assim, é preciso que o povo de Deus se una e separe um tempo de clamor, oração e jejum, implorando ao Senhor Jesus por perdão e misericórdia e por uma santa visitação do Espírito Santo.
Portanto, queremos chamar os cristãos brasileiros a se unirem em oração constante pela nossa nação, para que Deus derrame Seu Espírito sobre nós e desperte-nos para que nos preocupemos com o Seu Reino e em termos uma vida santa e obediente.
Que os cristãos separem um ou mais horários em sua rotina diária para orar; que os cristãos se unam para orar em família e com outros irmãos.
Que pastores dediquem uma parte nos cultos do(s) próximo(s) domingo(s) para guiar a comunidade local em confissão de pecados, quebrantamento e intercessão, suplicando para que Deus visite com seu Espírito Santo sua igreja, a cruz de Cristo Jesus seja magnificada, e graça e misericórdia sejam concedidas ao povo brasileiro.
Que nos unamos em oração e quebrantamento, sem cessar, pela igreja de nosso Senhor Jesus Cristo e por nosso país!
“Abraão disse: Não se ire o Senhor, se lhe falo somente mais esta vez. E se, por acaso, houver ali apenas dez [justos]? O SENHOR respondeu: Não […] destruirei [a cidade] por amor aos dez [justos].” (Gn 18.32)
“Ora, se vocês, que são maus, sabem dar coisas boas aos seus filhos, quanto mais o Pai celeste dará o Espírito Santo aos que lhe pedirem!” (Lc 11.13)
“Antes de tudo, peço que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças em favor de todas as pessoas. Orem em favor dos reis e de todos os que exercem autoridade, para que vivamos vida mansa e tranquila, com toda piedade e respeito. Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, que deseja que todos sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. Porque há um só Deus e um só Mediador entre Deus e a humanidade, Cristo Jesus, homem, que deu a si mesmo em resgate por todos, testemunho que se deve dar em tempos oportunos.” (1Tm 2.1-5)

Nenhum comentário:

Postar um comentário