Dúvidas Cristãs: MULHERES DEVEM SER SUBMISSAS? OU SERÁ QUE NÃO? - Se Liga na Informação



Dúvidas Cristãs: MULHERES DEVEM SER SUBMISSAS? OU SERÁ QUE NÃO?

Compartilhar isso
Por: Douglas Junior Correa Guanes

A submissão da mulher ao homem ainda é um tabu e algo muito discutido nas igrejas, porque não é algo muito aceitado por alguns.



De uma forma resumida, a maioria dos cristãos pensão que a mulher tem que obedecer os seus maridos em tudo, depois de Deus. Ou seja! Ele é a cabeça da casa e dez que as suas ordens não vá contra aos mandamentos de Deus, devo obedecer.
Tudo isso é sustentado pelo seguinte texto.
Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor;
Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. (Efésios 5:22-24)

O verbo usado sobre submissão no texto bíblico, aparece no verso 21 anterior, mais não no verso 22. Temos no verso 21 falando, ” Sejam submissos uns aos outros”.
No verso 22 que é a tradução literal, a palavra foi emprestada para o 21, assim dando um entendimento ao texto, onde sua frase original é ” Que as mulheres sejam também aos maridos”. Temos o verbo no 21 e não no 22, isso significa que a sujeição não é especificada para a mulher ou marido, mais se você ler o 21 até mesmo com o verbo no 22, vai entender que a sujeição é multa!
Resumido : Sejam sujeitos uns aos outros! E mulheres também ao marido de vocês!
Com esse pequeno detalhe no texto em Grego, podemos perceber que existe uma enfase de Paulo, em colocar a submissão das mulheres aos maridos, talvez pelos problemas que estavam acontecendo em Éfeso, porém isso não exclui o que ele fala no verso anterior que a submissão é “uns aos outros”.
“Como uns se submetem, uns aos outros, a mulher seja submissa ao marido”, ou seja não tem um nível de submissão no texto. É claro que existe um cargo de liderança que Deus colocou sobre o homem.
Homem deve ser o provedor da casa quando a mulher não trabalha, mais isso não significa que o homem ganha alguma espécie de autoridade, especial na casa sobre a mulher e que ela deve obedecer ele por essa autoridade dada por Deus.
Também não significa que a mulher tenha que ficar em casa, e não possa trabalhar, para que o homem ao chegar em casa tenha toda casa arrumada e receba tudo em mãos.
Existe um modelo de casamento que é idealizado pelos cristãos, muito mais cultural do que teológico ou bíblico. É algo que foi passado por gerações mais, não quer dizer que a bíblia defenda tais práticas. “Que o homem trabalhar e a mulher, só fica cuidado da casa e servindo ele”.

Conclusão

A submissão é multa, um tem que ser submisso ao outro e não só a mulher ao homem!
Ambos têm que compartilhar o serviço da casa ou até mesmo o sustento, se assim preferir!
Cabe ao homem também intender a sua mulher e ajudá-la, mesmo que ela não trabalhe para fora e ele sim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário