ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL: NO DIA DE PENTECOSTES - Se Liga na Informação



ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL: NO DIA DE PENTECOSTES

Compartilhar isso
Versículo do dia
"E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.", At 2.4

Para impactar 
A descida do Espírito Santo foi o marco inicial, para que os discípulos de Cristo saíssem para mudar o rumo da humanidade, mudaram histórias, conceitos e até culturas. Alguns homens cheios do poder de Deus incendiaram o mundo com a Palavra do Senhor.

Textos de Referência.
At 2.1-13

Introdução
O dia de Pentecostes foi escolhido para se cumprir uma promessa tão importante para a igreja do Senhor Jesus, o revestimento em cada membro do seu corpo.
Este revestimento tem um nome: Espírito Santo de Deus.

#pontochave
"Tudo que Deus faz tem um propósito, e o de enviar o Espírito Santo tinha um propósito sublime, o de fortalecer o homem, de convencê-lo a cada dia da necessidade de Deus em sua vida."

1. APRENDENDO SOBRE O PENTECOSTES
"Também guardarás a festa das semanas, que é a festa das primícias da sega do trigo, e a festa da colheita no fim do ano.", Êx 34.22

1.1 O que é pentecostes
Pentecostes significa quinquagésimo, pois é um festa comemorada cinquenta dias após a Páscoa.
Esta festa é chamada de "Festa da Colheita" ou "Festa das semanas", que, no período pós-exílio, se tornou a festa principal para os judeus.
O povo comemorava esta festa trazendo uma oferta voluntária pelas colheitas abundantes, na qual ofertavam as primícias do que colhiam.
Até hoje os judeus comemoram esta festa, que originalmente eram feitas nas próprias áreas agrícolas, e depois foi transferida para Jerusalém, mais especificamente no templo.
Esta era uma festa conhecida também por ser um momento muito alegre do povo.
"E te alegrarás perante o Senhor teu Deus, tu, e teu filho, e tua filha, e o teu servo, e a tua serva, e o levita que está dentro das tuas portas, e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão no meio de ti, no lugar que o Senhor teu Deus escolher para ali fazer habitar o seu nome.", Dt 16.11

1.2. Características da festa do Pentecostes
Além de uma festa alegre, a Festa de Pentecostes tinha algumas características muito próprias, vejamos algumas:
  • Uma festa exclusiva a Deus:
"Depois celebrarás a festa das semanas ao Senhor teu Deus; o que deres será oferta voluntária da tua mão, segundo o Senhor teu Deus te houver abençoado.", Dt 16.10
  • Lembravam-se dos estatutos de Deus e de seus livramentos
"E lembrar-te-ás de que foste servo no Egito; e guardarás estes estatutos, e os cumprirás.", Dt 16.12
  • Essa festa era uma santa convocação, e não poderiam fazer nenhum trabalho de servidão:
"E naquele mesmo dia apregoareis que tereis santa convocação; nenhum trabalho servil fareis; estatuto perpétuo é em todas as vossas habitações pelas vossas gerações.", Lv 23.21

#pararefletireadorar

"O Espírito Santo não deixa pegadas na areia". Abraham Kuyper

2. AGUARDAI ATÉ SEREM REVESTIDOS
"E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder.", Lc 24.49

2.1. Esperando a hora certa
Após a ressurreição do Senhor Jesus, Ele aparece aos seus  discípulos para lhes dar as últimas instruções antes de subir ao céu, e dentre elas Ele diz aos seus discípulos que fiquem em Jerusalém, até que sejam revestidos pela promessa do Pai.
Qual seria essa promessa? O Espírito Santo seria derramado sobre os discípulos, a princípio, e sobre todos os que crescem no Evangelho.
Essa promessa já havia sido profetizada pelo profeta Joel:
"E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões.", Jl 2.28
"E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne,..."

2.2. Porque se revestir?
A Bíblia demonstra em seus textos por que Cristo trouxe esse último conselho para os discípulos, porque era necessária a presença do próprio Deus na vida deles, para poderem suportar as aflições e as perseguições que sofreriam. Também necessitariam de ousadia para apresentar o Evangelho, e isso só seria possível através do conhecimento que vem do alto: e assim não desfalecer na fé.
Pedro foi a grande prova de que, antes de ser revestido do alto, negou a Cristo diante da pergunta de três pessoas desconhecidas e, provavelmente, sem influência, mas, depois deste revestimento, teve coragem para apresentar a Cristo para milhares de pessoas, At 2.41.
3. PODER DO ALTO
"E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.", At 2.1-2

3.1. Discípulos cheios de poder
Tudo que Deus faz tem um propósito, e o de enviar o Espírito Santo tinha um propósito sublime, o de fortalecer o homem, de convencê-lo a cada dia da necessidade de Deus em sua vida.
Ao serem revestidos pelo Espírito Santo, os discípulos se tornaram aptos a pregar o Evangelho em larga escala, pois para tal são necessárias três coisas: coragem, ousadia e poder do alto.

3.2. Falando em outras línguas
Quando os discípulos foram revestidos pelo Espírito Santo, a Bíblia diz em Atos 2.4, que começaram a falar em outras línguas "conforme o Espírito Santo lhes concedia", isso demonstra claramente que tudo que aconteceu naquele lugar foi sobrenatural, ali não tinha nada que a ciência explicasse, pois tudo o que aconteceu veio diretamente do alto.

Conclusão
O dia de Pentecostes se tornou muito importante para os cristãos, pois marcou o dia em que Deus colocou o seu próprio Espírito dentro do homem, um tesouro em vasos de barros. Graças a Deus pelo Espírito Santo, que nos enche de poder!
#aprendeu
1. O que significa Pentecostes?
2. Qual era a promessa do Pai? 
3. O que aconteceu quando os discípulos foram revestidos pelo Espírito Santo, o que houve?

Fonte: Revista Betel Conectar

Nenhum comentário:

Postar um comentário